domingo, 20 de novembro de 2011

Incerteza




E agora?
Quem há de tirar da minha pele os espinhos
Que me cravejaram quando fui te buscar
Nos confins da terra – muito além do mar
Quando abandonaste nosso casto ninho?
 E quem há de guiar-me
Por tortuosos caminhos?
Se já não tenho tua mão para me amparar
Quem na queda há de me sustentar?
Não mais tenho tua pele
Para me aquecer e aconchegar
E meus beijos amargos, quem vai suportar?
Ao menos vejo na terra teus rastros
Perdeu-se no mundo ao abrigo da sorte
E ainda te espero – contemplando os astros!
Eu sei :  ver-te-ei inda antes da morte!

 ▬▬▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬▬▬

7 comentários:

Amber disse...

incerteza tem a ver com ansiedade, angustia, tortura, frustração, medo... amor e incerteza, vida e incerteza, morte e incerteza... é filosófico isto, ser ou não ser, sei que nada sei... enfim, me perdi. mas tenho certeza que teu poesia é sublime.

O Profeta disse...

Uma cama amarrotada pela passagem do amor
Lençóis que aprisionam o calor
Suspiros espalhados pelo chão
Uma imagem santificada sustenta o louvor

Uma pecadora ungida pela chuva
A sorte e a morte em bravata eterna
As ave marias que uma boca vomita
Para no céu ser, clemente a sua pena

Já não há xailes negros na ilha
Já ninguém liga a agoiros
O mar continua açoitar a costa
Deixando despojos, tesouros

Bom domingo

Terno beijo

Leka disse...

Apesar de muitas vezes termos perdido um amor, fica no nosso interior uma certa esperança de que iremos reencontra-lo um dia...de quem sabe renascer novamente. Mas enquanto não acontece, fica a ansiedade e o vazio não preenchido mais, que ao passar do tempo causa feridas profundas.

Bjs, paz e aquele gatinho tá bem marrentão né!kkk! Adorei ele logo de cara quando vi!kkk!

Leka disse...

Apesar de muitas vezes termos perdido um amor, fica no nosso interior uma certa esperança de que iremos reencontra-lo um dia...de quem sabe renascer novamente. Mas enquanto não acontece, fica a ansiedade e o vazio não preenchido mais, que ao passar do tempo causa feridas profundas.

Bjs, paz e aquele gatinho tá bem marrentão né!kkk! Adorei ele logo de cara quando vi!kkk!

Dellone disse...

Críticas?

nenhuma!

merece elogios Lord
Muito belo poema!

Parabéns!

__________

Dellone

@SilenceShadows

Moisés Augusto Gonçalves disse...

Tocante!

blog do poeta Monagatti disse...

pensamentos profundos que quem aguarda a chegada da esperança... vive só a esperada de uma chegada e a incerteza dela que torna a tristeza bonita.... parabens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...