sábado, 28 de janeiro de 2012

Dias de mágoa


Oh, moça bonita
a balançar a anágua,
não vês que é por ti meus suspiros:
meus dias de alegria
e meus dias de mágoa?

Se eu choro ou se rio,
se desejo e se amo
é por ti, oh morena
Que meu corpo estremece!
É por ti que calo
e por ti que chamo!

E o teu corpo moreno
Ah! o teu corpo
que em minha boca traz água
é o culpado da minha desgraça,
dos  momento de felicidade
- e dos meus dias de mágoa!

▬▬▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬▬▬


5 comentários:

Davi Machado disse...

Legal a dualidade do poema.
Gsotei do tem juvenil mesclado com essa sua nostalgia particular.

Dellone disse...

Sem dúvidas, suspiramos por nossas Lady's ... elas são o principal
o equilíbrio. rs...

Bela obra nobre Lord!

Leka disse...

Lendo teu texto me passou um sentimento de um amor proibido que não pode ser vivido, mas que mesmo assim sempre é desejado...

bjs e obrigada pela visita!

‡Ånjo Sidéreo‡ disse...

Saudades de passar por este cantinho poético de emoções!
Belíssimas rimas, meu amigo; cheias de intensos sentimentos!!

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
Gosto da tua poesia ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...